Arquivo mensal Abril 2018

porCIPERJ

Projeto que transforma o Revalida em lei é aprovado na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados

fonte: CFM

O projeto nº 4.067/2015, que transforma em lei o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Universidades Estrangeiras (Revalida), foi aprovado nesta quarta-feira (18/04) na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. A proposta segue agora para a análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e, se aprovado sem mudanças, a matéria será levada diretamente para a sanção presidencial. O projeto de lei teve parecer favorável do relator Lelo Coimbra (PMDB/ES). Acesse aqui o parecer Segundo ele, o Revalida representa uma conquista histórica de grande relevância para os médicos brasileiros. “É importante que ele seja aprovado rapidamente, pois servirá como proteção do trabalho médico com qualidade em nosso país”.   A proposição dispõe que o Revalida seja implementado pela União, com a colaboração do Conselho Federal de Medicina (CFM) e das universidades públicas participantes, a quem caberá, após a divulgação do resultado do Exame, adotar as providências necessárias à revalidação dos diplomas dos candidatos aprovados. O CFM defende o Revalida como forma de segurança à Medicina e ao paciente. “O CFM sempre defendeu a manutenção do Revalida por entender que esse exame tem funcionado como filtro criterioso para permitir o exercício da Medicina no país apenas dos candidatos formados no exterior que comprovem sua capacidade. É uma avaliação necessária para convalidar esses diplomas expedidos por escolas no exterior”, explicou o diretor do CFM, Dalvélio Madruga. A tramitação da proposta tem sido acompanhada por membros da Comissão de Assuntos Políticos (CAP), do CFM e da Associação Médica Brasileira (AMB), que reforçaram a importância da proposta para a saúde no País. “Continuaremos acompanhando o projeto na Câmara e até a sanção presidencial, pois é de grande importância para a saúde da população brasileira. Exames como o revalida são padrão em todo o mundo”, destacou o coordenador da CAP, Alceu Pimentel. Atualmente, o exame é regulamentado pela Portaria Interministerial nº 278, de 17/03/2011, nos termos do art. 48, § 2º, da Lei nº 9394, de 1996. As provas são aplicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).
porCIPERJ

‘Brasil não está preparado’, diz oncologista sobre aumento de mortes por câncer

fonte: O Globo

O Observatório de Oncologia divulgou nesta segunda-feira, dia 16, um levantamento que mostra que o câncer já é a principal causa de morte em quase 10% das cidades brasileiras, superando as doenças cardiovasculares, tradicionalmente a causa que mais mata no Brasil e no mundo. Na pesquisa, que tem como base os dados mais recentes do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), o câncer aparece em 516 municípios como causa de óbito mais fatal do que qualquer outra, à frente LLeia mais

porCIPERJ

Câncer é a principal causa de morte em quase 10% das cidades brasileiras

fonte: O Globo

O câncer já é a principal causa de morte em quase 10% das cidades brasileiras — 516 do total de 5.570 municípios do país. Com isso, nesses municípios, os tumores malignos são mais fatais do que qualquer outro aspecto, seja em relação a doenças ou até mesmo acidentes de trânsito e homicídios. O levantamento, feito com base nos números oficiais mais recentes do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), de 2015, foi divulgado nesta segunda-feira pelo Observatório LLeia mais

porCIPERJ

‘Pensei que fosse doença da Idade Média’: o novo avanço da sífilis no mundo e no Brasil

fonte: BBC Brasil

Quem diz isso é Gavin, jovem britânico que descobriu ter a doença ao realizar um teste caseiro para detectar infecções sexualmente transmissíveis (DSTs).

Sem apresentar nenhum sintoma da doença, ele teve sorte ao identificá-la antes de sofrer consequências que poderiam ser muito graves.

“Descobri a infecção na etapa secundária [da doença], um ano depois do contágio. Depois dessa etapa, a doença pode causar loucura, cegueira e até mesmo a morte.”

O caso LLeia mais

porCIPERJ

Médicas falam de assédio e do movimento #metoo em artigos científicos

fonte: Folha de SP

“Do ponto de vista de uma cirurgiã e uma das poucas reitoras de escolas de medicina, parece que a sociedade dos EUA está à beira de uma mudança na abordagem do assédio sexual”, escreveu a médica Julie A. Freischlag, da Faculdade de Medicina de Wake Forest, no estado americano de Carolina do Norte.

O título do artigo dela, publicado neste mês na revista Jama (Journal of American Medical Association), indica o timing da discussão: “Uma consequência do LLeia mais

porCIPERJ

Cirurgiões pediatras encerram atendimento pelo SUS na Bahia

fonte: BN Saúde

Boa parte das cirurgias pediátricas realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) estão suspensas no Estado da Bahia desde este sábado (14). O Núcleo de Cirurgiões Pediátricos da Bahia decidiu encerrar as atividades devido a uma discordância com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) sobre a assinatura do contrato emergencial de 180 dias para prestação do serviço em cirurgias pediátricas e neonatais.

“A Sesab não nos garantiu o modelo discutido e nós decidimos LLeia mais

porCIPERJ

Uma segunda alma para o SUS?

fonte: Fiocruz

“A gente tem um corpo em busca de uma alma e uma alma em busca de um corpo”, sentenciou Francisco Balestrin em uma noite de setembro. O assunto da entrevista não era religião nem magia, mas a recente investida de entidades compostas ou patrocinadas por empresários na apresentação de propostas de ‘fortalecimento’ do Sistema Único de Saúde (SUS). A tese defendida pelo presidente da Associação Nacional dos Hospitais Privados (Anahp) – primeira a se lançar na LLeia mais

porCIPERJ

Prefeitura do Rio abre concurso com 1 vaga para Cirurgia Pediátrica

A Prefeitura do Rio de Janeiro deu início a processo seletivo para contratação de 67 profissionais de saúde, com 1 vaga para Cirurgia Pediátrica para atuação no Hospital Municipal Nossa Senhora do Loreto.

Interessados podem se inscrever entre os dias 9 a 20 de abril de 2018, das 9h às 17h, no seguinte endereço: Rua Afonso Cavalcanti, n. 455 – Sala 601, Cidade Nova, Rio de Janeiro – RJ. As inscrições são gratuitas.

A seleção dos inscritos será realizada por meio de etapa única LLeia mais

porCIPERJ

ERRATA: No ar, edição 10 da Revista CIPERJ

Já está disponível a edição 10 da Revista CIPERJ, com alterações em dois artigos.

VEJA A PUBLICAÇÃO