Arquivo mensal fevereiro 2019

porCIPERJ

Prorrogadas as inscrições do 15º Prêmio de Residência Médica

fonte: CREMERJ

O CREMERJ, por meio de sua Comissão de Integração do Médico Jovem (CIMJ), prorrogou as inscrições para o 15ª Prêmio de Residência Médica: o envio dos trabalhos de residentes e, pela primeira vez, de acadêmicos de medicina a partir do 9º período,pode ser feito até 28 de fevereiro, pelo e-mail seccat@crm-rj.gov.br.

Os trabalhos selecionados para a apresentação final serão divulgados no site do Conselho e demais veículos de comunicação da entidade. A apresentação daqueles que forem selecionados será realizada no dia 28 de março, às 18h, no auditório Júlio Sanderson.

O prêmio é uma forma de fortalecer a residência médica e o ensino universitário do futuro médico, valorizando o papel fundamental dos preceptores e dos professores na formação profissional.

Os residentes ganhadores serão premiados, sendo o primeiro lugar com R$ 5 mil; o segundo, com R$ 3 mil; e o terceiro, com R$ 2 mil. Os preceptores dos trabalhos ganhadores receberão R$ 2 mil. Os primeiros da categoria acadêmica e das ligas ganharão R$ 1 mil em livros.

Mais informações podem ser obtidas no site do Conselho ou por telefone: (21) 3184-7130 a 3184-7137.  

O evento tem o apoio da Associação Médica do Estado do Rio de Janeiro (Somerj).

porCIPERJ

V Jornada Carioca de Cirurgia Pediátrica: prazo para inscrições com desconto até o dia 10

O prazo para inscrições com valores diferenciados na V Jornada Carioca de Cirurgia Pediátrica se encerra no dia 10 de março, domingo.

O evento ocorre de 6 a 8 de junho (quinta-feira a sábado), no Centro de Treinamento Édson Bueno, na Barra da Tijuca.

Serão três dias de atividades científicas, em um dos mais modernos centros de convenções médicos do Brasil, que contará com convidados como: Dr. João Luiz Pippi-Salle (Doha/Qatar); Dra. Maria do Socorro (BA); Dra. Vilani Kremer (SP); Dr. Sylvio Ávilla (PR), entre outros.

Não perca o prazo!

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR

FAÇA SUA INSCRIÇÃO



porCIPERJ

Abertas inscrições para concurso de Residência Médica na Unirio

fonte: Unirio

O Superintendente do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – Unirio/EBSERH, no uso de suas atribuições legais, por meio da Portaria 85, de 03/05/2016, torna público e estabelece as normas do processo seletivo para o preenchimento de vagas em Programas de Residência Médica para o ano de 2019, de acordo com as Normas e Resoluções emanadas pela Comissão Nacional de Residência Médica e do Ministério da Educação.

Mais informações disponíveis no site da Unirio.

1. DA RESIDÊNCIA

 1.1. A Residência Médica é um curso de Pós-graduação lato sensu, regulamentada pelo Decreto nº 80.281, de 05/09/77 e pela Lei nº 6.932 de 07/07/81, e demais Normas e Resoluções emanadas da Comissão Nacional da Residência Médica e da Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (CNRM/SESu/MEC).

1.2. O valor atual da bolsa auxílio é de R$3.330,43 (três mil trezentos e trinta reais e quarenta e três centavos), conforme Portaria Interministerial nº 3, de 16/03/16, publicada em 17/03/16 no Diário Oficial da União.

1.3. Os programas de treinamento em serviço são cumpridos em regime de tempo integral e plantões, com carga horária de até 60 horas semanais, perfazendo um total de 2.880 horas anuais.

1.4. Todos os programas terão início no dia 20/03/2019, às 8 horas, com previsão de término estabelecido na Resolução da Comissão Nacional da Residência Médica nº 01/2017, de 03/01/2017 para os programas de Residência Médica de Acesso Direto e com Pré-Requisito.

2. DAS INSCRIÇÕES

2.1. As inscrições serão efetuadas na Secretaria da COREME do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle nos dias 18 de fevereiro a 01 de março de 2019 de 14 às 16:00hs, sito à Rua Mariz e Barros 775, 4º andar – Tijuca – RJ Cep: 20270-004.

4. DO QUADRO DE VAGAS

4.1. Serão oferecidas 13 (treze) vagas, todas com Bolsas de Residência, ofertadas pelo Ministério da Educação, distribuídas nos seguintes programas:

Alergia e imunologia, cirurgia pediátrica, cirurgia torácica, cirurgia torácica – R3 (endoscopia respiratória, cirurgia torácica (ano opcional), cirurgia vascular, foniatria, hepatologia, homeopatia, homeopatia -R3, nefrologia, neonatologia, medicina  do sono, patologia – R4, pneumologia, reumatologia e urologia.

CONFIRA O EDITAL

porCIPERJ

CREMERJ busca parceria com MPT

fonte: CREMERJ

Depois de uma aproximação com a Defensoria e o Ministério Público Estadual, os diretores do CREMERJ Rafaella Leal e Luís Guilherme dos Santos e a médica fiscal Simone Assalie se reuniram com o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT), Fábio Goulart Villela, nesta quinta-feira, 14, para estabelecer uma parceria no que se refere às fiscalizações do Conselho. Durante as vistorias, o CRM tem encontrado fraudes e problemas com os regimes trabalhistas. O Conselho busca, nesse sentido, um acompanhamento do MPT para que medidas efetivas sejam tomadas.

“Quando temos uma vistoria em que identificamos algo inadequado, encaminhamos os relatórios e as denúncias aos órgãos competentes. Estamos fazendo sempre isso agora porque buscamos desdobramentos para essas fiscalizações. Há uma ideia de impunidade que queremos desfazer. Sabemos que os hospitais federais têm problemas grandes de vários vínculos de trabalho. Então, essa aproximação é fundamental para falarmos a mesma língua e agirmos juntos”, explicou Rafaella Leal.

Os diretores apontaram questões de fraudes trabalhistas e o não cumprimento dos regimes de trabalho e falaram sobre os problemas do uso da pejotização dos médicos para burlar a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O procurador-chefe disse que já há inquéritos abertos em relação a isso. Ele propôs um convênio com o CREMERJ, semelhante ao que o MPT já tem com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (CREA-RJ), para auxílio técnico e ação conjunta em atividade finalística.

Fábio Goulart Vilella solicitou também o cronograma de fiscalizações do Conselho para que o Ministério Público do Trabalho possa ter uma participação efetiva no que se refere às questões de vínculo e regime de trabalho, ambiente de trabalho e com especial olhar para as fraudes. A prioridade agora é vistoriar os seis hospitais federais e os três universitários. “Os hospitais federais são a porta final dos pacientes. Por isso, estamos levantando os dados de trás para frente”, explicou o corregedor Luis. “É preciso uma força-tarefa de todos os órgãos para que possamos ver resultados concretos”, completou.

porCIPERJ

Telemedicina: CFM recebe contribuições até o dia 7 de abril

fonte: CFM

O Conselho Federal de Medicina (CFM) está recebendo contribuições para a Resolução nº 2.227/2018, que disciplina no Brasil a telemedicina como forma de prestação de serviços médicos mediados por tecnologias. Para tanto, a autarquia disponibiliza uma plataforma online para que médicos e entidades de representação da categoria possam enviar suas propostas. 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PLATAFORMA 

Desde sexta-feira (8), a autarquia tem divulgado de maneira ampla a consulta pública. O CFM informou aos médicos por meio do site oficial e de mensagem por email marketing. Nas redes sociais, o Conselho divulgou o acesso à plataforma e também uma série de peças respondendo as principais dúvidas sobre o processo (veja abaixo). 

1. Quem pode participar da consulta pública sobre a Resolução CFM nº 2.227/18?

Poderão participar todos os médicos com CRM, ou seja, regularmente inscritos nos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs), além das entidades de representação da categoria. 

2. O que é necessário para o médico participar da consulta pública sobre a Resolução CFM nº 2.227/18?

Ao acessar a página da consulta, no site do CFM, o profissional informará seu número de CRM, estado de inscrição e CPF. Após, ele receberá um código único com o qual poderá acessar o formulário e preenchê-lo. 

3. Como as entidades médicas poderão participar da consulta pública?No caso das entidades médicas, suas contribuições deverão ser encaminhadas por meio de ofício para o email cfm@portalmedico.org.br

4. Quem analisará as contribuições dos médicos e das entidades?

Todas as contribuições encaminhadas serão analisadas pelo CFM e poderão ser incorporadas na Resolução CFM nº 2.227/18, após deliberação do seu Plenário. 

5. Como o CFM receberá as sugestões dos médicos para a Resolução CFM nº 2.227/18?

Ao preencher o formulário, o médico poderá sugerir uma nova redação para cada um dos 23 artigos, caso entenda ser necessário. Todas as propostas serão encaminhadas para análise. 

6. Até quando posso enviar minhas colaborações?

Todas as contribuições para a Resolução CFM nº 2.227/18 devem ser enviadas até o dia 7 de abril de 2019.

porCIPERJ

Anuidade da CIPERJ vence nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira, dia 21, vence a anuidade 2019 da CIPERJ, que foi enviada aos associados em meados de janeiro para os e-mails e endereços cadastrados.

O valor é de R$ 350 e caso você não tenha recebido seu boleto, entre em contato por telefone ou WhatsApp (21) 96988 8467 ou ainda pelo e-mail contato@ciperj.org.

Lembrando que para associados remidos, com mais de 65 anos, e residentes o pagamento é opcional.