Artigos

porCIPERJ

Por que ser médico

fonte: O Globo

por Alfredo Guarischi

Por ser médico e ex-aluno, recebi o honroso convite para dar meu depoimento sobre o tema “Por que ser médico” a uma turma de meninos do segundo-grau do Colégio de São Bento, do Rio de Janeiro. Voltei no tempo. Eu me senti em 1968, diante do vestibular mais concorrido do ensino superior.

Muita coisa mudou desde então, mas não o meu amor pela medicina e no tradicional colégio fundado por monges beneditinos em 1858.

Como eu, poucos daqueles alunos tinham LLeia mais

porCIPERJ

É preciso mudar o SUS, única alternativa de 145 milhões

fonte: O Globo | Editorial

Sete em cada dez brasileiros são totalmente dependentes dos serviços públicos de saúde, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Significa que mais de 145 milhões de pessoas têm apenas o Sistema Único de Saúde (SUS) como forma de acesso a tratamento médico e hospitalar. Esse número de dependentes dos serviços estatais de saúde é 20% maior, por exemplo, que a população do México e do Japão.

É paradoxal, mas há três décadas os interesses LLeia mais

porCIPERJ

Medicina para quem?

fonte: CFM

por Andrey Oliveira da Cruz, acadêmico do 5º ano do curso de medicina da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Após a divulgação da notícia de que o atual Governo utilizará uma moratória para a suspensão da abertura de cursos de medicina no País pelo período de cinco anos, uma série de comentários tem tomado conta das redes sociais e dividindo opiniões sobre o assunto.

A moratória, fruto de uma negociação LLeia mais

porCIPERJ

O inventário inteligente

por Marcelo Domingues, CFP® e Paulo C I Domingues, CFP®.

O assunto é delicado. Entes queridos estão envolvidos, mas é importante falar sobre o tema porque, como disse John Maynard Keynes, economista conceituado, “no longo prazo, todos nós estaremos mortos”.

LLeia mais

porCIPERJ

Passageiros da saúde

fonte: O Globo

por Alfredo Guarischi, médico

O impacto ocasionado pela greve dos caminhoneiros, em protesto pelos impostos injustos e pela exploração direta ou indireta de empresários oportunistas, legisladores inescrupulosos e governantes lenientes, perde sua legitimidade quando passa a punir a sociedade. Esse fato é semelhante ao que ocorre, de forma crônica, com a saúde no Brasil.

Conheci 32 ministros desde que cheguei à Faculdade Nacional de Medicina, na Praia Vermelha. De todos eles, LLeia mais

porCIPERJ

Quem contabiliza perdas sofridas por doentes com atos de caminhoneiros?

fonte: Folha de SP

por Claudia Collucci

Samuel, 10 meses, está em tratamento de um câncer no tórax no Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de São Paulo. A família mora em Mogi das Cruzes (SP) e o pai, o pedreiro Rogério Salvador de Campos, sempre traz o garoto à capital de carro.

Mas na última sexta-feira, sem combustível, ambos vieram de trem. “Um empurra-empurra, uma coisa muito estressante para ele”, relatou o pai em entrevista a um canal de TV.

Na mesma sexta, outra emissora LLeia mais

porCIPERJ

A reforma do ensino de medicina

fonte: Estadão | editorial

O Ministério da Educação (MEC) suspendeu a publicação de novos editais para abertura de cursos de medicina até 2023 e proibiu os cursos já existentes de criar novas vagas nesse período. Há 136 mil alunos de medicina no País, dos quais 85 mil estudando em faculdades privadas. Anualmente, são abertas 30 mil vagas, que estão longe de atender à demanda. No vestibular de 2016, a média foi de 65 candidatos por vaga nas universidades públicas. Na rede privada, LLeia mais

porCIPERJ

Ociosidade na residência médica

fonte: Estadão | editorial

Apesar da demanda por especialistas no sistema brasileiro de saúde, 22,9 mil vagas autorizadas para residência médica no País – o equivalente a 40% do total – não estão preenchidas. Em 2017, foram ocupadas apenas 16.499 vagas. Além disso, somente cinco especialidades – clínica médica, pediatria, ginecologia e obstetrícia, cirurgia geral e anestesiologia – concentram quase metade do total de residentes. Essas são as conclusões de um LLeia mais

porCIPERJ

Escolas não preparam médico para atuar em áreas de miséria e violência

fonte: Folha de SP

por Claudia Collucci, repórter especializada na área da saúde

“Qual o diagnóstico da menina?”, perguntei à médica residente em medicina de família logo após nos despedirmos de uma adolescente com transtorno mental, que se manifesta em surtos psicóticos, mas que nunca passou por um serviço psiquiátrico. “Diagnóstico de vida de merda”, respondeu ela, séria.

Pouco antes, a mãe da menina havia agradecido à médica pelo antipsicótico que ela LLeia mais

porCIPERJ

Partos de alto risco

fonte: O Globo

por Raphael Câmara Medeiros Parente – ginecologista da UFRJ

A crise na saúde do município do Rio é gravíssima e alcança níveis assustadores na saúde materna. Dados da prefeitura do Rio obtidos via Lei de Acesso à Informação indicam que a saúde materno-infantil piora desde 2015, e a taxa de mortalidade materna no Rio disparou de forma preocupante. Enquanto Coreia do Sul e Japão registram três mortes a cada cem mil nascidos vivos, o município do Rio passou, de LLeia mais