Artigos

porCIPERJ

Mesmo com inflação baixa, reajuste de plano deve doer no bolso

fonte: Folha de SP

por Claudia Collucci, repórter especializada na área da saúde

Não sei se vocês compartilham da mesma percepção, mas no meu círculo de amigos e conhecidos tem aumentado muito a queixa sobre reajustes abusivos nas mensalidades de planos de saúde. Alguns não tiveram outra alternativa senão migrar para produtos inferiores ou abrir mão dos convênios e redescobrir o nosso bom e velho SUS.

Meus amigos não estão sozinhos. No ano passado, o reajuste abusivo nas mensalidades LLeia mais

porCIPERJ

Nota oficial AMB: aos médicos, à sociedade

fonte: AMB

Por Florentino Cardoso – MD, MSc,TCBC, FACS, ex-presidente da AMB (2011/2017)

Sabemos que a grande maioria dos médicos brasileiros estuda muito, trabalha muito, em vários locais e com diferentes vínculos.

Face às necessidades do médico em organizar melhor suas atividades laborais, estando livre para tomar suas decisões, muitos médicos constituem empresa (pessoa jurídica), ou grupos de médicos participam de empresa, que prestam serviços, com sua livre escolha e iniciativa, LLeia mais

porCIPERJ

Imposição pelas mãos

fonte: Folha de SP

por Drauzio Varella – médico cancerologista, é um dos pioneiros no tratamento da Aids no Brasil

Faltam ao Brasil políticas públicas de saúde dignas desse nome.

A principal barreira para implementá-las vem da rapidez com que são trocados ministros e secretários estaduais e municipais, que controlam milhares de cargos de confiança pelo país afora.

As escolhas não obedecem a critérios técnicos, mas a interesses político-partidários.

A criação do SUS foi a maior LLeia mais

porCIPERJ

Partos de alto risco

fonte: O Globo

por Raphael Câmara Medeiros Parente, ginecologista da UFRJ

A crise na saúde do município do Rio é gravíssima e alcança níveis assustadores na saúde materna. Dados da prefeitura do Rio obtidos via Lei de Acesso à Informação indicam que a saúde materno-infantil piora desde 2015, e a taxa de mortalidade materna no Rio disparou de forma preocupante. Enquanto Coreia do Sul e Japão registram três mortes a cada cem mil nascidos vivos, o município do Rio passou, de 2015 a LLeia mais

porCIPERJ

Brasil apresenta sobrevida alta em tumor de próstata e baixa nos infantis em estudo feito em 71 países

fonte: Fapesp

De cada 10 homens com câncer de próstata no Brasil, nove vivem pelo menos cinco anos após o início do tratamento. É um índice igual ao da Alemanha e próximo aos do Japão e Estados Unidos, que só ficam um pouco atrás do da ilha de Chipre, no Mediterrâneo, onde praticamente todos os pacientes com esse tipo de câncer vivem mais de cinco anos. No mesmo estudo que traz esse dado, publicado em janeiro na revista The Lancet, o Brasil aparece com a menor sobrevida global LLeia mais

porCIPERJ

Nem tudo o que faz bem é bom – sobre a oferta de práticas integrativas no SUS

fonte: Folha de SP

por Daniel Martins de Barros

Vamos falar sobre as controversas práticas integrativas oferecidas pelo SUS. Com as novas modalidades incluídas essa semana, dentre as quais a aplicação de “argila misturada com água sobre ferimentos” (geoterapia) e a imposição de mãos para promover “troca de energia com os pacientes (…) e assim curar mazelas”.

Quando estava pensando como abordar o tema lembrei-me de um episódio de Star Trek, a Nova Geração, que assisti em minha LLeia mais

porCIPERJ

Cremesp defende fim do ‘open bar’ e descriminalização de drogas

fonte: Folha de SP

por Cláudia Colluci, repórter especializada na área da saúde

Em tempos de tanta desinformação e retrocessos, como o visto no episódio em que o professor Elisaldo Carlini, pesquisador reconhecido nacional e  LLeia mais

porCIPERJ

Como conviver (bem) com o dr. Google

fonte: CFM

por Alexandre Ruschi – Médico, presidente da Central Nacional Unimed.

Ao digitar a palavra “câncer” no Google, obtêm-se 27,2 milhões de resultados em 0,56 segundos. Se a busca for bem mais ampla e genérica, por exemplo, pelo termo “doença”, o retorno é bem maior: 34 milhões; para “sintomas”, 26 milhões. Para a pesquisa por “sintoma”, há 25 milhões de sugestões.

É comum que estas buscas ocorram após exames clínicos periódicos. As consultas, nesse LLeia mais

porCIPERJ

Chega de improviso!

fonte: AMB

Os problemas enfrentados pela população da Venezuela, em que 87% vive abaixo da linha da pobreza, num regime autoritário e ditatorial, com graves problemas sociais e econômicos, faz com que muitos busquem refúgio nos países vizinhos, como o Brasil. Isto ocorre principalmente em locais como Roraima, que apresentam as facilidades para cruzar a fronteira.

Humanitáriamente são recebidos e lotam cidades do estado em busca de alimentos, atendimento médico e uma nova vida.

Ao mesmo tempo LLeia mais