Presidente da CIPERJ recebe homenagem do Journal of Pediatric Urology

porCIPERJ

Presidente da CIPERJ recebe homenagem do Journal of Pediatric Urology

A Dra. Lisieux Eyer de Jesus, presidente da CIPERJ, recebeu nesta sexta-feira, dia 16, homenagem do Journal of Pediatric Urology por ser uma das dez maiores revisoras da publicação. A premiação veio com uma carta personalizada pelo editor-chefe da JPU, o Dr. Anthony A. Caldamone.

Trabalhar em prol da ciência é uma das características da Dra. Lisieux. Além de conciliar as cirurgias e escala de trabalho no Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE) e no Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP/UFF), onde é chefe de serviço, ela dedica boa parte do seu tempo livre em produção de artigos e material científico. A cirurgiã pediatra foi também a idealizadora da Revista CIPERJ, publicação científica oficial da entidade, que está em seu 8º ano.

Confira depoimento da Dra. Lisieux sobre a importância do trabalho de pesquisa científica e da homenagem feita pela JPU

Vivemos um momento bastante confuso da história humana. Ao mesmo tempo que precisamos de verdades, vemos pessoas tripudiando da transitoriedade das verdades em ciência, o que é fato inquestionável: pesquisa e pensamento questionador não acabam, o que se sabe hoje é só um degrau para o que se vai saber amanhã. As coisas não duram mesmo, o que era inquestionável quando eu me formei pode ser ridicularizado agora. Só que foi de onde se partiu. O passado gera o futuro, e o presente vai ser passado amanhã.

Ao mesmo tempo, neste momento, algumas pessoas escolhem suas verdades favoritas ou que estejam mais de acordo com suas convicções.  Como diz a expressão idiomática em inglês, colhem só as cerejas de informação que escolhem (cherry-picking).

Pesquisa séria é a forma de progredir com bom senso, com segurança, com responsabilidade. É o jeito de provar para onde se pode ir e de descobrir como se pode melhorar.

A reavaliação de estudos por pares (o famoso peer review) é um instrumento para julgar, validar e aperfeiçoar os dados de pesquisas que serão publicados e então vão ser usados como instrumento de aprendizado para a comunidade médica. Tudo começa com a pesquisa, mas não termina com os resultados. Eles são propostos, julgados e aperfeiçoados durante a revisão por colegas anônimos. Raramente a pesquisa tem problemas insuperáveis, e não é aceita para publicação. Depois de tudo isso as informações são divulgadas e a comunidade médica as usa em benefício das pessoas em geral.

Temos visto o que acontece quando pesquisas que não passam por este processo (porque são publicadas em portais que dispensam este mecanismo) ou que são validadas de forma açodada, com pressa ou com vieses, são adotadas como verdades, durante a pandemia de covid-19.

Os revisores trabalham de forma gratuita. Posso garantir que é muito trabalho, quase sempre esquecido e muito delicado. Exige respeito para com o esforço dos autores, imparcialidade que pode ir contra suas próprias convicções e convencimentos e uma responsabilidade enorme, porque ratificar pesquisa é ser co-responsável. Precisa ser um processo construtivo e generoso. É uma concessão de autoridade, mas parte do princípio da humildade.

Fico muito grata pelo reconhecimento do J Pediatr Urol. É uma honra muito grande ser revisora para eles, que são responsáveis pela revista mais importante sobre urologia pediátrica do mundo.

Aproveito para agradecer de novo a turma de revisores da Revista CIPERJ, que faz um esforço fundamental para nós. Sem eles a Revista não existiria, não poderia continuar. Eles são importantíssimos.

 

Sobre o Autor

CIPERJ administrator

Desde sua criação, a CIPERJ tem como principal objetivo unir a classe no Estado do Rio de Janeiro, lutando por seus direitos e, principalmente, por condições de trabalho ideais. Além disso, a entidade é responsável pela atualização de seus associados. Para isso, realiza reuniões científicas e divulga cursos e eventos que sejam importantes para o desenvolvimento do profissional.